diHITT - Notícias Auto Sauer: Profissionais ainda ganham dinheiro na reparação de carburadores

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Profissionais ainda ganham dinheiro na reparação de carburadores

Mesmo com inovações em estratégias de vendas e especialização nas mais diversas técnicas de injeção eletrônica, empresas ainda ganham dinheiro com os carburadores.


Os carburadores se tornaram antiquados com a chegada carros com sistemas de injeção eletrônica que proporcionaram redução do desperdício de combustíveis, da emissão de gases poluentes, entre outras vantagens. Por outro lado, muitos profissionais ainda sobrevivem com a manutenção e reparação de carburadores e estão acostumados a trabalharem com mais ferramentas, calibradores, manuais e tabelas do que exigem os sistemas de injeção eletrônica.

Como e o caso de José Antonio da Silva, conhecido como "Zé do Carburador" &ndash também o nome a sua empresa &ndash trabalha nesse ramo há mais de 15 anos. Sua oficina está localizada em São Gonçalo, no Rio de Janeiro e é uma das principais especializadas na reparação da peça, atendendo cerca de 100 veículos por mês. Silva conta que busca sempre a satisfação do cliente, porque essa é a melhor forma de divulgação de seus serviços. "A maioria dos meus clientes chega aqui na oficina por indicação, a melhor propaganda é aquela que os clientes falam bem de mim", relata.

Ele começou a trabalhar com carburadores por influência de seu pai e, posteriormente, fez alguns cursos de especialização no SENAI e em outras instituições para buscar informações mais detalhadas e técnicas sobre carburadores. O reparador assiste palestras realizadas em sua cidade periodicamente para manter-se atualizado sobre novas tecnologias e técnicas. "Essas palestras são importantes porque muitas vezes o instrutor fala alguma coisa que muda completamente a nossa forma de pensar, a respeito de um reparo", diz.

Além dos serviços de reparação o mecânico faz também embuchamento, torneia agulhas e fabrica outras peças. "A gente faz todo o tipo de serviços de restauração em carburadores e dificilmente perdemos um aqui na oficina, a não ser que ele esteja bem destruído". Ele afirma que em casos extremos não vale à pena fazer o serviço, pois o cliente gastará dinheiro para algo que não durará muito tempo. Para ele muitos mecânicos, por não terem conhecimento e experiência, acabam realizando um serviço sem qualidade e fazem com que os clientes tenham que gastar muito dinheiro desnecessariamente. "Alguns consertam o carburador lavando-o com gasolina, aí estragam um sensor elétrico, cortam, jogam fora e acham que aquilo não presta e fazem o serviço de qualquer jeito", explica Zé.

Por casos como este, o reparador conta, que muitos carros chegam à sua oficina com danos quase que irreparáveis. Ele conta que certa vez um cliente chegou à oficina com uma VW Parati que tinha passado por uma instalação de kit de combustível a gás. O profissional que fez o serviço estragou a marcha lenta do carburador ao perfurá-lo colocando a tubulação do combustível. "Quando o carro chegou aqui para o reparo eu vi que além do problema ele estava com um carburador de um Chevrolet Monza", conta Zé. Nesse momento ele afirma que é preciso passar segurança ao cliente e mostrar o que há de errado e quais serão os procedimentos corretos para o reparo.

Com relação à demanda para conserto de carburadores, o reparador acredita que a tendência é que haja uma diminuição, não só pelos novos carros que entram em circulação, mas também pela grande dificuldade encontrada com relação às peças de reposição. Ele relata que "não se acha mais material, como válvula desafogadora, por exemplo, muitas peças têm que ser fabricadas por nós mesmos".

O reparador Gilmar Rezende, da Giba Carburadores, faz recondicionamento da peça além de fabricar e revender uma vasta lista de equipamentos, como ventures e difusores para os carburadores. A empresa, que foi fundada em 1986, conta com uma equipe de 20 funcionários entre a oficina e a loja de peças para carburadores. Ele acredita que é possível encontrar uma grande demanda fora das grandes cidades onde há uma comercialização menor de carros novos e os mais antigos são mais utilizados. "No interior de São Paulo, Rio de Janeiro e outros estados vizinhos a demanda é maior e a aceitação é muito boa. O mecânico que atua nos grandes centros encontra dificuldades", diz Gilmar.

A empresa possui clientes em diversas cidades de praticamente todos os estados do país e amplia seus contatos com ações estratégicas de relacionamento. Gilmar conta que participa de feiras e eventos do setor, como a Automec, além de investir em ações de publicidade, com anúncios em veículos de comunicação especializados de distribuição nacional. "Com essas ações conseguimos conquistar uma carteira de clientes solidificada", relata.

A Giba Carburadores também terceiriza serviços para outras oficinas. "Muitas oficinas trazem os carburadores para nós, para recondicionarmos o sistema por conhecerem nossa experiência", diz Gilmar.

Há também as empresas que se dedicam apenas para a reposição de peças. Com experiência de 17 anos no ramo, Rafael Dagobeto, proprietário da SBA Carburadores, trabalha exclusivamente com a remanufatura e distribuição de peças para carburadores. A empresa é conhecida pelos serviços de restauração da peça para carros antigos. "Muitos colecionadores nos procuram porque somos especializados na produção de peças sob encomenda para esses tipos de veículos", afirma Dagoberto.

Para sobressair nesse mercado a empresa encontrou na internet uma forma de aumentar o fluxo de vendas. Grande parte das compras é feita online, abrindo a possibilidade de vender para clientes de outras cidades e estados. Dagoberto conclui "esse é um mercado que está afunilando aos poucos e só continuarão aqueles que oferecem serviços diferenciados".

(Jornal - Oficina Brasil)

4 comentários:

Alexandre Augusto disse...

Prezado Leandro.
Acerca de sua matéria de 12/12/2008, com o título "PROFISSIONAIS QUE GANHAM DINHEIRO COM CARBURADORES",gostaria de saber se poderia me enviar contato com o ZÉ DOS CARBURADORES, de S. Gonçalo - RJ.
Desde já agradeço.
Parabéns pela matéria.
Alexandre Castro

Carlos disse...

Caro Amigo,
poderia me passar o contato do Zé do carburador?.

Vicente disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vicente disse...

Com referência a sua matéria de 12/12/2008, com o título "PROFISSIONAIS QUE GANHAM DINHEIRO COM CARBURADORES",gostaria de saber se poderia me enviar contato com o ZÉ DOS CARBURADORES, de S. Gonçalo - RJ.
Desde já agradeço.
Parabéns pela matéria.
Vicente